arquitetura de informação

Palestra: jornalismo digital e design de interfaces gestuais

Vídeo da minha palestra no Seminário IBGE – Av. Chile, Rio de Janeiro, em 2013. Foi a apresentação de minha pesquisa de Pós-doutorado desenvolvida no Programa Avançado de Cultura Contemporânea (PACC-UFRJ) para um pequeno grupo de publicitários, jornalistas e interessados no tema.

arquitetura de informação
cibercultura
design
palestra
tablets
tecnologia
usabilidade

Comments (0)

Permalink

Palestra: jornalismo digital nos tablets e a interação gestual

logo_ergodesign

foto-ergodesign

Os novos dispositivos tecnológicos e a Internet habilitaram novos modos de leitura que têm colocado em cheque as empresas de comunicação em todo o mundo. A circulação mundial de jornais impressos tem diminuído, segundo a Associação Mundial de Jornais e Editores de Notícias.

Exemplos recentes desta crise podem ser citados como o fim da edição em papel da tradicional revista norteamericana Newsweek após 80 anos, além da morte do Jornal da Tarde, de São Paulo, após 46 anos de uma marcante trajetória. Segundo dados divulgados no 64º. Congresso Mundial de Jornais, e publicados no Valor Econômico (10/9/2012), na América do Norte e Europa Ocidental, a circulação de jornais caiu 17% nos últimos cinco anos. Na América Latina, a queda foi cerca de 3%. Entre 2007 e 2012, a receita publicitária dos jornais caiu de US$ 128 bilhões para US$ 96 bilhões.

A Internet e as mídias sociais estão mudando o conceito e o processo de coleta e disseminação de conteúdo, colocando em risco o tradicional modelo de negócios do jornalismo impresso. Já há previsões de que os jornais impressos estarão extintos por volta de 2030 em quase todo o mundo.

A pesquisa procurou oferecer parâmetros para orientar o Design, a editoração visual e de conteúdos, e o processo de criação de interfaces, de forma a garantir a qualidade da interação gestual com os conteúdos noticiosos em tablets - respeitando-se as possibilidades, limitações e requisitos cognitivos do leitor imersivo.

Para ler mais sobre este tema acesse minha palestra no 13. Congresso Ergodesign e USIHC em Juiz de Fora, MG.

E se você gostou deste post, provavelmente também gostará desse aqui.

arquitetura de informação
congressos
ergodesign
mobile
tablets
usabilidade

Comments (0)

Permalink

Livro “Ergodesign e Arquitetura de Informação”

Luiz Agner - Livro Ergodesign e Arquitetura de Informação - 2a. edição

Somente um registro: o livro “Ergodesign e Arquitetura de Informação – Trabalhando com o Usuário foi recentemente indicado como bibliografia recomendada do Concurso para Docentes do Departamento de Biblioteconomia da Faculdade de Administração e Ciências Contábeis da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ).

Edital do Concurso da UFRJ 2013

arquitetura de informação
bibliografia
meu livro

Comments (1)

Permalink

Algumas considerações teóricas e práticas sobre arquitetura de informação

E-Book "Múltiplas Facetas da Comunicação e Divulgação Científicas" (IBICT)

Em um artigo, publicado como capítulo do e-book Múltiplas Facetas da Comunicação e Divulgação Científicas, editado pelo IBICT, e disponibilizado recentemente para download, apresento um resumo de diversos aspectos da teoria, prática e pesquisa em arquitetura de informação (AI). A área de AI tem se configurado hoje como um emergente território de atuação para diversos especialistas, como bibliotecários, designers visuais, administradores, jornalistas e publicitários, além de ser um campo de pesquisa acadêmica que surge em face da crise contemporânea da explosão de dados (information overload). O artigo apresenta conceitos e definições da Arquitetura de Informação, seus componentes, seu framework, suas técnicas de pesquisa (como, por exemplo, o cardsorting), além de modelos de busca da informação de usuários através dos hipertextos.

Agradeço às professoras Lena Vania Ribeiro Pinheiro e Eloisa Príncipe de Oliveira pelo convite para participar desta publicação do seu grupo de pesquisa do IBICT.

Download alternativo do Ebook do IBICT.

Se você gostou deste post, provavelmente também gostará destes.

arquitetura de informação
artigos
bibliografia
ciência
download

Comments (1)

Permalink

Jornalismo para tablets: o vespertino digital de O Globo

Este é post é sobre um artigo apresentado no congresso InterCom 2012. Os novos dispositivos tecnológicos e a Internet habilitam novas práticas de leitura, que têm colocado em cheque as empresas de mídia em todo o mundo. A circulação mundial de jornais tem diminuído, segundo a Associação Mundial de Jornais e Editores de Notícias.

Os jornais impressos diários tiveram uma queda de 2% na circulação, de 528 milhões em 2009 para 519 milhões em 2010. A Internet e as mídias sociais estão mudando o conceito e processo de coleta e disseminação de conteúdo, e colocando em risco o tradicional modelo de negócios do jornalismo impresso.

Este trabalho pretende fornecer uma contribuição para a definição de parâmetros que venham a orientar o Design, a editoração visual e de conteúdos, e o processo de criação de interfaces, de forma a garantir a qualidade da interação gestual com os conteúdos jornalísticos – respeitando-se as possibilidades, limitações e requisitos cognitivos do leitor imersivo.

Apresentamos aqui o resumo de entrevistas exploratórias e a análise parcial do método de observação de usuários aplicado ao estudo de caso do vespertino digital do jornal O Globo para o Ipad.

Baixe o artigo na íntegra por aqui:
Avaliação de usabilidade do jornalismo para tablets

Agradecimentos especiais a todos os alunos que participaram da pesquisa!

arquitetura de informação
artigos
cibercultura
congressos
tablets
usabilidade

Comments (0)

Permalink

Web Design References

A dica de hoje vem da University of Minnesota Duluth, onde foram disponibilizados em um mesmo local diversos links com assuntos sobre IHC. Para acessá-los, clique aqui.

O material é todo organizado por temas, com indicações de livros e artigos sobre acessibilidade, usabilidade, CSS, arquitetura de informação, entre outros.

Clicando em cada tema, pode-se ver subdivisões sobre o assunto. No link usabilidade, por exemplo, pode-se acessar estudos de vários autores sobre usabilidade aplicada a dispositivos móveis, usabilidade para a terceira idade, além dos conceitos e benefícios da usabilidade (e muito mais).

É uma vasta fonte de consulta que é frequentemente atualizada. Vale a pena conferir!

[Patricia Tavares]

Tweet

arquitetura de informação
design
mobile
usabilidade

Comments (0)

Permalink

Artigo para a revista Zona Digital

Tom Cruise interage com um sistema por meio dos gestos em Minority Report.

Atualmente, pode ser notada a emergência de práticas de leitura mediadas por computadores portáteis, máquinas pessoais poderosas basicamente voltadas para a recepção e a leitura de informação, para internet, interação social e jogos – que estão sendo inseridas na nossa cultura cotidiana e no mercado editorial, com grande impacto e velocidade. As telas sensíveis ao toque difundem notícias, fotos, infográficos, ilustrações, charges, anúncios, crônicas e editoriais que se tornaram dinâmicos, com a inclusão de áudio de qualidade, vídeos, animações, vibrações e fotografias manipuláveis, tudo com grande apelo estético e visual.

O modelo de interação sensível aos gestos, adotado por essas máquinas, levanta a promessa de revolucionar a recepção e os requisitos de produção da linguagem jornalística. O reconhecimento de gestos representa o início de uma nova forma de os humanos interagirem com os computadores, que começam a compreender a linguagem do corpo, indo além das interfaces mecânicas tradicionais. As telas que respondem ao toque são prazerosas de se utilizar, na medida em que adicionam à navegação a experiência da atividade e de manipulação direta dos conteúdos, superando o simples método point-and-click. As interfaces gestuais acionam particularmente o nosso sistema sensorial háptico – que entra em ação, em conjunto com o sistema visual e auditivo – para compor a polissensorialidade perceptiva característica do novo tipo de leitor, como demonstrou Santaella (2004).

Este texto tem o objetivo de iniciar a discussão de alguns aspectos de uma pesquisa em curso, que procura centrar-se na recepção e no consumo de novas formas de apresentação da informação jornalística, disseminadas com a introdução de tecnologias de interação baseada em gestos — discutindo-as e problematizando-as a partir da incorporação de conceitos e métodos de avaliação multidisciplinares. Enfatizamos a necessidade de questionar suas premissas, e avaliar seus erros e acertos, para a identificação de parâmetros que orientem o trabalho dos designers de interação que pretendem desenhar publicações para dispositivos com interfaces sensíveis aos gestos, sob o ponto de vista da sua centralidade no leitor imersivo.

LEIA MAIS:
Link para artigo para a Revista Zona Digital (UFRJ-PACC).

arquitetura de informação
artigos
cibercultura
design
tablets

Comments (1)

Permalink

Curso de gestão de bibliotecas digitais na BN

Cartaz Curso Bibliotecas Digitais BN

Em julho, estarei ministrando a disciplina Arquitetura de Informação, no Curso de Gestão de Bibliotecas na Biblioteca Nacional (RJ):

Programa: http://bndigital.bn.br/curso2012/programa.pdf

arquitetura de informação
aula
luiz-agner
meu livro
palestra
usabilidade

Comments (0)

Permalink

Livros online de IHC para download

 

Oi pessoal!

Gostaria de compartilhar um link com vocês que sugere 20 e-books para download sobre assuntos de Interação Humano-Computador, como acessibilidade e usabilidade.

http://www.keepitusable.com/blog/?p=46

Enjoy it!

[Patricia Tavares]

-

arquitetura de informação
download
ergodesign
usabilidade

Comments (2)

Permalink

Entendendo a Arquitetura de Informação

 

Peter Morville, arquiteto de informação e co-autor do famoso livro do urso polar, postou uma apresentação que fala da importância da arquitetura de informação. Além de ser bem ilustrada, tem explicações simples para quem quer conhecer o assunto.

Segundo Morville, o crescimento da Internet produziu uma grande quantidade de informações. Com isso, muitos sites foram crescendo sem planejamento e geraram problemas de navegação, onde os usuários tem dificuldades de encontrar a informação que desejam. Essa confusão cria problemas para a gestão do site e redesenhá-lo pode ficar caro, trabalhoso e demandar muito tempo.

O arquiteto de informação planeja os sites, organizando as informações contidas nele. Assim, sua navegação facilitada ajuda os usuários a completar as tarefas, encontrando o que desejam e auxiliando a entender o que eles encontraram. Além dos sites, o trabalho pode ser realizado em softwares e serviços interativos, entre outros.

Veja aqui a apresentação.

[Patricia Tavares]

-

arquitetura de informação
meu livro
usabilidade

Comments (1)

Permalink