Post de pai coruja (1)

Eu já ouvi dizer que esse negócio de blog não passa de uma “ego trip“. É verdade. Todo blog tem geralmente alguns posts em que o autor se dá o direito de focalizar o seu próprio umbigo, falando sobre coisas que interessam somente a ele, ou a muito poucos. Minha vez chegou. No caso, mostro os umbigos de meus dois filhos: a Bathata e o Terekoteco. Inaugurando a série posts de um pai coruja, este aqui é para mostrar este […]